Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3272-1300 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Da redação

    Violência: Trio é suspeito de praticar assaltos

    Publicado 27/07

    Agentes da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas ainda não chegaram à identificação de um trio de assaltantes que vem aterrorizando vítimas com a extrema violência com que praticam os roubos.

    Um entregador de lanches foi uma das vítimas dos bandidos. O roubo foi praticado no Corredor do Obelisco, no Bairro Areal, por volta das 20h. Três homens interpelaram a vítima exigindo dinheiro, celular e a máquina de cartão. Depois ordenaram que este retornasse ao seu posto de trabalho sem olhar para trás.

    A outra vítima do trio de assaltantes foi um homem que chegava em casa no Núcleo Habitacional Getúlio Vargas, por volta das 16h. Ele foi surpreendido pelos acusados, sendo um deles um adolescente, que anunciou o roubo dizendo “perdeu tio”. Roubaram celular, documentos e as roupas de trabalho.

    Um jovem de 22 anos teve de ser medicado no Pronto-Socorro devido aos ferimentos sofridos ao ser agredido a golpes de faca. O roubo ocorreu por volta das 21h, no prolongamento da Avenida Bento Gonçalves. Ao ser interpelada pelo trio de assaltantes, a vítima reagiu e entrou em luta corporal com o que estava armado de faca. Mediante ameaça foi obrigada a entregar o boné, a jaqueta de couro e R$ 225,00.

    Uma médica que saía de sua clínica, na área central, foi assaltada pelo trio quando chegava ao estacionamento onde estava seu veículo. Roubaram a bolsa, celular e a maleta de trabalho com equipamentos médicos.

    IDOSO – Está internado em estado grave, no Pronto-Socorro de Pelotas, um idoso de 81 anos que foi violentamente agredido ao ter sido assaltado em sua residência. Dois homens foram presos após roubarem R$ 10 mil e agredirem a vítima. O  crime ocorreu no município de Amaral Ferrador, no início da madrugada de ontem, quando eles, segundo a polícia, entraram na residência e praticaram o roubo.

    Numa ação eficiente da Polícia Civil e da Brigada Militar, um deles foi preso à tarde em Camaquã e o outro à noite em Amaral Ferrador, ainda no mesmo dia. Um dos acusados tem 22 anos, e o outro de 18 anos, completados na segunda-feira, quando atingiu a maioridade na segunda-feira. Ambos residem em Amaral Ferrador.

    Eles foram presos e levados para a Polícia Civil. Após a lavratura do Auto de Prisão em Flagrante, os indiciados foram recolhidos ao Presídio Estadual de Camaquã.

    Segurança/tecnologias

    O auditório da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão sediou uma oficina do Projeto “FuturoRS”, que teve como tema: As consequências da violência e as possibilidades da inteligência e do uso de tecnologias, para qualificação da segurança pública.

    O evento contou com a participação do chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt; o secretário de Segurança Pública, César Schirmer e do delegado da Polícia Federal aposentado e ex-secretário de segurança no Rio de Janeiro, Edval Novaes.

    O chefe de Polícia apresentou o painel: perspectivas da segurança pública e inteligência policial no RS. Wendt deu ênfase ao uso da tecnologia aplicada à investigação e inteligência policial.

    O secretário de Segurança Pública falou sobre os dados relacionados à criminalidade no Estado, bem como da importância de investimento na Segurança Pública para o enfrentamento do crime.

    Acidente

    Uma carreta tombou no km 102, da BR 392, ontem, em Morro Redondo. O veículo com placas da cidade de Mata estava carregado com adubo e o motorista saiu ileso. A Concessionária da rodovia auxiliou na sinalização.

    Reinserção

    Os apenados da Penitenciária Estadual de Canoas III (Pecan) iniciaram ontem uma atividade de artesanato em grupo. Pelo menos dez apenados integram a equipe que produz bonecas em origami, porta-joias e aviões feitos com palitos de madeira. O trabalho prisional, além de reduzir a condenação, permite ao apenado desenvolver habilidades fundamentais para retornar à sociedade.

    A matéria-prima é fornecida pelos familiares, sendo eles os responsáveis pela venda do que é produzido. A equipe técnica da Pecan III se encarrega da formação de parceiros para profissionalizar a atividade.

    Leia mais sobre: Da redação, Geral, Notícias Locais, Polícia

    Fonte: DM

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90