Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3307-0313 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Da redação

    Programa de Aquisição de Alimentos beneficia pessoas carentes

    R$ 400 mil do Ministério de Desenvolvimento Social serão utilizados na compra direta de frutas, verduras, hortaliças e grãos de 62 agricultores.

    Publicado 05/12

    O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) da Secretaria de Assistência Social (SAS) passa por uma revolução que vai beneficiar dependentes da sacola econômica, usuários do Restaurante Popular e dos abrigos municipais, e na outra ponta, a agricultura familiar, incentivando ainda a alimentação saudável. Um recurso federal do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), no valor de R$ 400 mil, possibilitará a compra de frutas, verduras, hortaliças e grãos direto das propriedades rurais, envolvendo até 62 agricultores.

    Até sexta-feira (7), a SAS realiza a seleção dos produtores que receberão a verba na modalidade Compra com Doação Simultânea, ou seja, a verba passa direto do MDS para a agricultura familiar. Em tratativas, envolvendo também a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e a Emater, ficou estabelecido que 40% das vagas serão prioritárias, favorecendo comunidades quilombolas; 40% para mulheres agricultoras; 5% destinadas a produtores orgânicos; e os demais 15% na modalidade de livre concorrência.

    O secretário de Assistência Social, Luiz Eduardo Longaray, destaca a importância do PAA para os cofres públicos, uma vez que alimentos de qualidade serão fornecidos com custo zero ao Município. Atualmente, o investimento é de R$ 140 mil.

    “Também é importante para a nossa colônia. Por meio da entrega dos hortifrutigranjeiros, os agricultores receberão de forma imediata os pagamentos, injetando dinheiro no âmbito local, no comércio, aquecendo o mercado, gerando renda, emprego e riqueza”, ressaltou Longaray.
    O processo foi complexo e se estende há mais de um ano. A seleção com cadastramento é uma das etapas finais nas conversas entre SAS e produtores rurais, e nos últimos quatro meses se discute a definição de preços e o fornecimento, explicou a responsável pelo setor de nutrição da pasta, Aline Neves.

    “Há muita esperança entre os agricultores que aguardam o fim desse longo processo. Neste tempo eles receberam treinamentos e o incentivo para melhorias, com apoio da Emater”, acrescentou Aline. O Programa de Aquisição de Alimentos permitirá, ainda, que se amplie os leitos da Casa de Passagem e em entidades filantrópicas parceiras da SAS.

    Armazenamento

    A fim de garantir que os alimentos sejam armazenados corretamente, a Secretaria conseguiu, também com verbas do MDS, uma câmara fria, recentemente instalada no setor de armazenamento de alimentos. Em 2017, a Secretaria já havia adquirido, com recursos próprios, um refrigerador e um caminhão-baú térmico

    De acordo com a nutricionista responsável, Mariângela Ribeiro, o estoque mensal de alimentos não perecíveis é de cerca de 8,5 mil quilos e, mesmo com entradas e saídas diárias, o número se mantêm. Entre os hortifrutigranjeiros, o setor recebe 915 quilos.

    Leia mais sobre: Da redação, Geral, Notícias Locais

    Fonte: Kimberlly Kappenberg

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90