Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3272-1300 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Artigos

    O silêncio de tantos inocentes

    Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro.

    Publicado 01/12

    E lá acima das nuvens, e lá bem perto dos grandes segredos, ele, o verde da Chapecoense, esse clube pelo qual todos nós já nos acostumamos a torcer, está mais vivo do que nunca.

    Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro.

    Estamos todos olhando para baixo e o que se vê agora é o verde dos gramados em estádios vazios. E se olharmos para os lados, e em novas buscas, veremos mais um pouco de verde, agora nas árvores e nos jardins. E se prosseguirmos nesta busca, enxergaremos o verde do mar, a simbolizar a cor da vida e da esperança! Mas esse verde também estará presente naquela bandeira a meio-pau, sendo capaz de repassar sinais intensos de dor e de respeito de um país inteiro.

    E bem lá no alto, lá acima das nuvens e perto dos grandes segredos, ele, o verde da Chapecoense - esse clube pelo qual todos nós já nos acostumamos a torcer durante a eternidade dessas últimas quarenta e oito horas - traduzirá, no mais fundo de nós mesmos, esses generosos sentimentos de uma dor necessária, pronta a ser dividida com uma torcida inteira lá na Arena Condá, e com a própria população de Chapecó, com a qual já estamos espiritualmente familiarizados.

    Estaremos de qualquer jeito lá, por TV, por rádio, por transmissão de pensamento, através de uma prece, ou naquela vela a mais sendo acesa, disposta a desafiar a interminável escuridão desta noite tão dolorosa. Em todas essas possibilidades e em todos esses cenários nós estaremos presentes! Expressando uma cumplicidade silenciosa durante a dor tenebrosa da tragédia, esta que é reservada não apenas a alguns poucos, mas sim a todos nós, humanos e efêmeros passageiros que somos.

    Em qualquer que seja o lugar, no interior de uma Igreja, no silêncio dos campos, no meio da mata, na beira da sanga de águas paradas, na estrada de chão batido, naquela lua refletida na profundidade e na imensidão das águas, em todos esses lugares estaremos em busca daqueles rostos festivos que fizeram parte da vida, e que se misturaram às nossas melhores emoções nas alegrias da existência, e que agora estão definitivamente encantados em todos os campos de futebol, em todas as cabines de rádio e de televisão e em todos os estádios do Brasil.

    Em nome de nossas melhores e mais contagiantes energias estaremos lá! E também estaremos aqui, durante os próximos dias, em sinal de reverência e de solidariedade, a esperar pela chegada dos dois filhos de Pelotas que pereceram na incompreensível tragédia de Medellín, aquele sorriso inocente de vinte e oito anos do menino Giovani, e aquela humildade contagiante do jovem e devotado volante Josimar.

    (A felicidade agrupa, porém a dor reúne).

    Leia mais sobre: Artigos, Clayton Rocha

    Fonte: Clayton Rocha

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Comentários (1)

    feito em 03/01/2017 11:38:20

    CLAYTON
    TEXTO MARAVILHOSO, MEXE COM A GENTE NO FUNDO DA ALMA..
    PARABENS E GRANDE ABRAÇO
    MARCIO ZANELLA DE CHAPECÓ/SC
    ''FORÇA CHAPE''

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90