Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3307-0313 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Artigos

    Mozart Victor Russomano, um cidadão do mundo

    Encontrei, finalmente, neste 26 de dezembro de 2014, depois de inúmeras buscas, 30 cartas datilografadas - ele jamais abandonou sua máquina de escrever - do inesquecível amigo Mozart Víctor Russomano.

    Publicado 27/12

    Encontrei, finalmente, neste 26 de dezembro de 2014, depois de inúmeras buscas, 30 cartas datilografadas - ele jamais abandonou sua máquina de escrever - do inesquecível amigo Mozart Víctor Russomano. Além destas cartas, que me foram enviadas de inúmeros endereços de suas andanças internacionais, há outras preciosidades que pertencem ao jornalista Klécio Santos, ou seja, uma troca de cartas entre MVR e Carlos Lacerda, quando o ex-Governador da Guanabara tentou convence-lo a fazer carreira política. ( Mozart, o que você quer com o direito do Trabalho? Você deve é brilhar na cena política nacional, com o dom da palavra, com a poesia e a qualidade de sua oratória! Você pode ser Senador da República, Ministro de Estado, Governador, Embaixador, ou o que você quiser!).
    _________________________________

    Mas Mozart perdera o pai - o deputado federal Víctor Russomano - numa tribuna política, infartado aos 47 anos de idade, na cidade de Caxias do Sul! A caravana seguiria adiante, horas depois, no cumprimento da sua missão, sem que nenhum de seus membros tivesse hesitado em deixar tombado na Pérola das Colônias um de seus mais eminentes líderes. Por isso MVR jamais pensaria em uma caminhada eleitoral, pois não perdoara - em seus 88 anos de vida - a frieza, a indiferença, a soberba, o sentimento de superioridade, a jogada sempre calculada do mundo político.
    __________________________________

    Mas devo dizer que reencontrei, ontem, na pesquisa caseira, inúmeros recortes de jornais que destacaram, sem economia de texto e de fotos, a histórica solenidade de entrega do título de "Doutor Honoris Causa" da PUC a Mozart Víctor Russomano. E que seja dito: Foi o 2º título de Doutor Honoris Causa outorgado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul nos últimos sessenta anos!
    Nesse dia, ele estava em estado de graça, e confessou-me isso. Usava uma bela gravata italiana, que eu comprara numa sofisticada loja de Milão, com a finalidade de presenteá-lo.
    ___________________________________

    Diante dele, e na primeira fila, estavam presentes algumas personalidades gaúchas que muito o apreciavam: Paulo Brossard de Souza Pinto, Oswaldo de Lia Pires, Silvino Joaquim Lopes Neto, Alceu Collares, Cândido Norberto, dentre outros. O ex-presidente do Tribunal Superior do Trabalho pronunciou - na ocasião - comovente e marcante discurso, que a mim soou como um sinal de despedida.

    ____________________________________

    Nem eu, nem o professor José Raymundo, outro de seus grandes amigos, nem o advogado Gustavo Haical, nem o médico Rogério Marques conseguiria esquecer, naquele dia, algumas de suas palavras:- " Li os grandes escritores do Século XIX, vivi intensamente o Século XX, e dele não tenho queixas, mas sim saudades. E quero confessar-lhes agora, às claras, que sou um homem que já se sente deslocado no Século XXI".

    Estas frases, expressadas por um jurista de talento e de alto brilho, e de renome internacional, ficaram guardadas em minha memória, na memória de todos nós, e também na memória do jovem advogado Gustavo Haical, (que Mozart admirava, pelo seu brilho e pelo seu faro jurídico) especialmente naquele 17 de outubro de 2010, às 17 horas e 35 minutos, numa ensolarada tarde de domingo, momento derradeiro de sua triste despedida.

    Leia mais sobre: Artigos, Clayton Rocha

    Fonte: Clayton Rocha

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90