Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3272-1300 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Da redação

    Falta de recursos: Santa Casa e Prefeitura unem esforços para enfrentar crise

    Publicado 13/09

    A crise financeira enfrentada pela Santa Casa de Pelotas mobilizou, ontem a diretoria da instituição, funcionários e a Prefeitura. Duas caminhadas revindicando os repasses dos incentivos do Governo do Estado – para que o pagamento dos salários seja normalizado – foram realizadas, bem como uma reunião entre a Secretaria de Saúde (SMS) e a provedoria do hospital, sobre o setor de traumatologia.

    Às 10h, a passeata “Em Socorro à Santa Casa de Pelotas”, organizada pela equipe diretiva, saiu da praça Piratinino de Almeida e se dirigiu a praça Coronel Pedro Osório. Os participantes carregaram cartazes e faixas pedindo mais respeito com a saúde pública e com os funcionários que estão com os salários parcelados. A secretária de Governo, Clotilde Victória, acompanhou o ato que teve concentração em frente ao Paço Municipal.

    O provedor da Santa Casa, Lauro Melo, destacou a importância da união de esforços neste difícil momento enfrentado pelo hospital. “A instituição não é só seus patrimônios, ela é também formada por todas as pessoas que contribuíram nesses 171 anos de história. Precisamos sensibilizar a todos”, disse.

    À tarde, o vice-prefeito Idemar Barz e a secretária Clotilde Victória receberam funcionários e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Serviços de Saúde (SindiSaúde), na Prefeitura. O grupo que organizou a segunda caminhada, “Em luta para reerguer a Santa Casa”, entregou um ofício em que solicita providências quantos aos leitos SUS fechados, e relatou os problemas que vêm sendo enfrentados pelos profissionais, como falta de equipamentos e materiais.

    A primeira parcela da folha foi quitada em 4 de setembro e mais dois pagamentos deverão ser feitos até o fim do mês; atualmente, honorários médicos referentes a cinco meses estão atrasados. Na segunda-feira (10), a instituição recebeu os incentivos estaduais referentes a junho e aguarda os repasses de julho e agosto. Em decorrência do fechamento da maternidade de baixo risco e de 40 leitos SUS, o Pronto Socorro, o Hospital Escola da Universidade Federal (HE UFPel) e o Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP) aumentaram os atendimentos.

    TRAUMATOLOGIA

    Ontem foi realizada mais uma reunião, entre a secretária de Saúde Ana Costa e a provedoria da Santa Casa, na busca por manter o setor de traumatologia, referência na região, aberto. Discutiu-se formas com que o Município possa complementar o valor já repassado mensalmente à Instituição, com objetivo de diminuir o deficit e a dívida bancária acumulada pelo serviço traumatológico. Na sexta-feira, um ofício do hospital deverá ser encaminhado a SMS com uma proposta, a fim de que sua viabilidade seja analisada pela administração municipal.

    Leia mais sobre: Da redação, Geral, Notícias Locais

    Fonte: DM

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90