Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3272-1300 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Esportes

    Em noite de Papa, Brasil vence Criciúma e conquista a primeira vitória no ano

    Centroavante Rubro-Negro marcou os dois gols da vitória Xavante.

    Publicado 15/02

    Enfim, a primeira vitória do ano. O Brasil venceu o Criciúma por 2 a 1 na noite desta terça-feira, no Bento Freitas, em jogo válido pela segunda rodada da Primeira Liga. Gustavo Papa, aos 30 e aos 41 da primeira etapa, marcou os gols xavantes. Na etapa final, aos 37, o Tricolor descontou em uma linda cobrança de falta de Carlos Eduardo.

    Com o resultado, o Xavante chega aos 3 pontos e pula para a terceira colocação da chave A, atrás do Fluminense apenas nos critérios de desempate. Com isso, o Rubro-Negro precisará vencer o Flu na próxima rodada para se classificar. Com a derrota, o Criciúma já está eliminado.

    Em campo, duas equipes com escalações alternativas. Do lado Xavante, destaque para Tiago Silva, que realizou sua primeira partida oficial com a camisa rubro-negra e também o goleiro Carlos Eduardo, que substituiu o titular, Eduardo Martini, expulso na primeira rodada. Já o Tigre botou em campo um time composto por reservas e jogadores do sub-20.

    Brasil mortal e Papa “abençoado”

    A partida começou a ser decidida aos 9 minutos, quando Bruno Lopes sentiu lesão na coxa e foi substituído por Gustavo Papa, o homem da noite. A primeira chance de gol aconteceu somente aos 25 minutos, após cruzamento de Carlos Eduardo, Hélio Paraíba teve boa chance de cabeça e quase abriu o placar para os visitantes. O gol Xavante veio aos 31. Depois de uma tentativa de recuo mal executado por parte do lateral Carlos Eduardo, Gustavo Papa aproveitou e mandou para o fundo das redes, abrindo o placar no Bento Freitas. Não demorou muito e o Criciúma quase chegou ao empate, após rebatida da defesa, Leandro Camilo errou o domínio e a bola sobrou para Hélio Paraíba, que invadiu a área e concluiu para a grande defesa do goleiro Carlos Eduardo.

    Aos 40, foi a vez do volante Bessa arriscar um chute perigoso que passou à direita do gol Xavante. Um minuto depois, Tiago Silva fez lindo cruzamento encontrando Gustavo Papa, dentro da área, que, de cabeça, finalizou para vencer o goleiro Eduardo e ampliar o placar no Bento Freitas: Brasil 2 a 0. Nos acréscimos da primeira etapa, quase que o Tigre descontou, após cobrança de falta, Kalil desviou de cabeça direto no travessão.

    Visitantes descontam mas Brasil segura a vantagem e a primeira vitória da temporada

    Atrás no marcador e precisando marcar gols, os visitantes começaram o segundo tempo no campo de ataque. Aos 9 minutos, após bate-rebate na área, a bola sobrou para Hélio Paraíba, que finalizou torto, para fora. A resposta Xavante veio aos 19, Tiago Silva cobrou falta lateral na área, a zaga cortou mal e a bola sobrou para Leandro Camilo, que chutou por cima. Cinco minutos depois, Rennan Oliveira arriscou de fora da área levando perigo ao gol de Eduardo.

    Com o adversário exposto, os contra-ataques passaram a ser explorados pela equipe de Rogério Zimmermann, em um deles, aos 24, Rennan Oliveira lançou Jean Silva que, livre, invadiu a área e concluiu na rede pelo lado de fora, desperdiçando a chance de matar o jogo. Aos 37, um lance curioso: o volante Lucas arriscou um chute de fora da área e marcou o gol, mas o juiz assinalou falta na origem do lance e ignorou a lei da vantagem, o que gerou muita reclamação dos jogadores do tricolor. Na cobrança, o lateral Carlos Eduardo cobrou na gaveta, marcando um lindo gol e descontando para os visitantes: 2 a 1. No fim, o Criciúma esboçou uma reação mas sem produtividade. Final: Brasil 2×1 Criciúma e a primeira vitória rubro-negra na temporada.

    FICHA TÉCNICA

    Brasil: Carlos Eduardo, Wender, Evaldo, Leandro Camilo e Tiago Silva; Leandro Leite, Galiardo, Juninho, Aloísio(Rennan Oliveira) e Jean Silva; Bruno Lopes(Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann.

    Criciúma: Eduardo; Carlos Eduardo, Nino, Ianson e Chico; Lucas, Bessa, Eduardo, Kalil e Matheus; Hélio Paraíba.Técnico: Raphael Bahia.

    Cartões: Leandro Leite e Galiardo(B); Eduardo, Chico e Hélio Paraíba(C)

    Leia mais sobre: Esportes, G.E. Brasil

    Fonte: Gustavo Louzada - Rede Esportiva

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90