Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3307-0313 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Artigos

    Dissonâncias

    Publicado 29/10

    Da recente leitura do best seller Sapiens – Uma Breve História da Humanidade - de Yuval N.Harari, reservei o termo dissonância, mais precisamente, dissonância cognitiva. Entende o autor que as dissonâncias cognitivas, paradoxos ou dissensos de entendimento levam a que se entenda melhor uma construção cultural. Marx já assinalara esse fato na análise do fenômeno econômico do capitalismo. Na música erudita, por exemplo, as dissonâncias das notas musicais produziram a suave beleza da mais conhecida obra do impressionista Claude Debussy (1862-1918): Clair de Lune.

    Em busca de melhor entendimento sobre a atualidade do Brasil às voltas com sérios embaraços econômico políticos, colhe-se algumas dissensões ou dissonâncias, que podem, ao menos, levar-nos à reflexão. O Ministro da Fazenda, Sr. Levy, dissonante, tudo indica, aquiesceu, com a proposta do Ministro do Planejamento de enviar ao Congresso medida orçamentária com déficit de 30 bilhões de reais. Delfin Neto, reconhecidamente, um dos maiores economistas do país, na sua proverbial franqueza e clareza, dardejou: Foi uma das maiores besteiras da história econômica do Brasil. Da óptica do cidadão comum, como eu, que se arrisca assuntar sobre economia, os resultados da medida, logo surgiram e de aluvião: rebaixamento do crédito do Brasil, pelas decantadas agências internacionais, disparada da desvalorização do real frente ao dólar, aumento da inflação, atingindo quase 10% a.a, aceleração do decréscimo do PIB e outras malesas, como o elevado índice de desemprego.

    A nossa Petrobrás, com as novas vestes de “menina bem comportada e ética”, pretensamente altiva e desvinculada de influências políticas e artimanhas subsidiárias de preços, preocupada com seu caixa, aumenta o preço da gasolina e do óleo diesel, nas refinarias. Medida totalmente descompassada com a ambiência de recessão econômica grave, ocasionando imediato aumentos dos combustíveis, nos postos de gasolina, nos fretes, no comércio, na produção em geral e acionando a inflação: um balde da gasolina na fogueira!...Cortes comprometedores nos orçamentos voltados aos projetos sociais no Brasil, em dissonância com políticas de inclusão e paulatina construção de uma sociedade de classe média, mais igualitária; projetos que se desdobram desde a notável e inédita criação do plano Real, dos governos dos Srs. Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva. Isso em nome e benefício de um Ajuste Fiscal asfixiante e de poucas luzes.

    Há promessas de retomada do crescimento, dos empregos, do bem estar geral, a curto prazo, dizem os economistas governamentais de plantão se implementado o Ajuste. Cristine Lagarde, Diretora do Fundo Monetário Internacional adverte que os países da América do Sul e Caribe atravessam séria crise econômica, de prognóstico duvidoso e lenta superação(se ocorrer), destacando-se o Brasil. Dentre os países que formam o BRIC ( Brasil, Rússia, índia, China) o que apresenta índices mais estáveis de desenvolvimento é a Índia, segundo Lagarde, os demais claudicam.  A China preocupa o mundo, com os revoluteios do seu capitalismo de estado e decréscimo do PIB. De um lado, os entusiasmos suspeitos dos fautores do  nosso Ajuste Fiscal, do outro, a observação reservada de expert internacional: dissonâncias...No nosso caso, de permeio, mais que descompassos e dissonâncias, assombra a crise política. Há um sentimento forte de que o governo está à deriva e enceta a dança ou leilão dos ministérios em busca ansiosa de apoio político.

    O  homem comum se dá conta das negociações espúrias entre os parlamentares, visando a manutenção do Presidente da Câmara dos Deputados, de um lado e do outro os que buscam evitar a proposta do impeachment da Presidente Dilma. Muitos da base política abandonam o barco governamental. A enorme corrupção revelada, mancha a credibilidade de quase todas as instituições públicas, age como  um poderoso petardo abalando as bases da governabilidade. E sem timoneiro e tripulação disposta pretende-se alinhar o rumo do país na direção da retomada da prosperidade, eis a mais preocupante dissonância cognitiva.

    Leia mais sobre: Artigos, Francisco de Paula Bermudez Guedes

    Fonte: Francisco de Paula Bermúdez Guedes

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90