Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3307-0313 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Artigos

    Coronel Pedro Osório: o Tropeiro que se fez Rei

    Pedro Luis da Rocha Osório nasceu em 1854. Iniciou sua vida profissional aos 14 anos, como tropeiro. E tornou-se o

    Publicado 20/02

    De novo, leitura de cabeceira: O Tropeiro que se fez Rei. ( De Vera Rheingantz Abuchaim). Sobre a vida do Coronel Pedro Osório.
    ***
    Pedro Luis da Rocha Osório nasceu em 1854. Iniciou sua vida profissional aos 14 anos, como tropeiro. E tornou-se o "Rei do Arroz". E marcou época em Pelotas, a cidade que o homenageia através da sua antiga Praça da República: a consagrada praça Coronel Pedro Osório de nossos dias!
    ***
    Do alto de seu prestígio, liderança e respeitabilidade, o Coronel Pedro Osório foi um dos fundadores da Varig, em célebre sessão solene realizada na Associação Comercial de Porto Alegre. Ele e Alberto Bins, os dois, eminentes vultos do Rio Grande do Sul, liderando aquele momento histórico!
    ***
    Pedro Luis da Rocha Osório nasceu em Caçapava do Sul, RS, em 1854. Faleceu em 28 de fevereiro de 1931, em Palmeira das Missões, RS. Foi sepultado em Pelotas, RS.
    ****
    Desde os 17 anos, empregou-se no comércio, em Pelotas, e depois na administração e gerência de charqueadas. Experimentado neste ramo, abriu sua própria charqueada em 1886 e rapidamente prosperou. Participou da propaganda republicana, inscrevendo-se em 1888 no Clube Republicano de Pelotas. Fez parte, (1890) da primeira Junta administrativa do município e foi comandante superior da Guarda Nacional de Pelotas a partir de 1894, recebendo o título de coronel honorário do Exército Nacional, pelos bons serviços prestados à República.
    ****
    Em 1903, Borges de Medeiros o nomeou vice-presidente do Estado para o período 1903/1908. Salientou-se especialmente nas atividades empresariais, sendo um dos introdutores da lavoura de arroz irrigado no Rio Grande do Sul e grande industrial do charque, com estabelecimentos em Pelotas e em Tupanciretã. ( Dicionário Político do Rio Grande do Sul, 1821/1937, de Sérgio da Costa Franco).

    ****
    Em 28 de fevereiro do corrente ano de 2014, 83º aniversário de morte do Coronel Pedro Luis da Rocha Osório.
    ****
    (Espero receber, mais uma vez, lá no 13 Horas, a visita da prezada amiga Vera Rheingantz Abuchaim).

    Leia mais sobre: Artigos, Clayton Rocha

    Fonte: Clayton Rocha

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Comentários (8)

    feito em 14/10/2018 23:53:19

    Tem muitas personalidades da história do Rio Grande do Sul que não são conhecidas das novas gerações, talvez por falta de literatura em muitas bibliotecas do Estado ou falta de interesse dos nossos historiadores.

    feito em 30/09/2018 17:41:30

    Muito interessante!

    feito em 05/01/2017 19:00:50

    Tenho um documento assinado pelo Cel. Pedro Osório e dirigido ao Intendente da cidade de Rio Grande Sr. Dr. Alfredo do Nascimento, referente a um oficio recebido e as providências para resposta.
    Lendo uma Biografia do Cel Pedro Osório, não consta que ele foi Intendente em Pelotas. O ofício é datado de 29 de Outubro de 1920.

    feito em 20/08/2016 20:23:04

    Livro maravilhoso!!! Que história de vida! A 100 anos o Coronel Pedro Osório era a pessoa mais importante de Pelotas, do Estado e do Brasil. Que orgulho para nós pelotenses!!! Uma história fascinante!!! Adorei ler o livro!!! Que bom saber sobre a história das pessoas que fizeram Pelotas uma cidade prospera. Maristela Gotuzzo de Menezes Medina

    feito em 14/11/2014 17:34:20

    Elogios ao comentarista. Uma bela síntese. S.Castagno.

    feito em 04/11/2014 22:16:49

    As datas constadas em sua estátua referem-se aos 100 anos de seu nascimento.

    feito em 15/10/2014 18:38:37

    A data de falecimento não está de acordo com a data que consta em sua estátua na praça Coronél Pedro osório em Pelotas, pois alí consta de 1854 à 1954.

    feito em 02/03/2014 14:36:46

    Clayton, livros como esse da Vera que versam sobre nossa urbe et al, deveriam abundar! Principalmente pela historia de Pelotas ser tão rica e curiosa que até ficções e romances seriam interessantes. Ainda não iniciei o livro (sou daqueles que tem de encerrar os atuais para depois pegar os novos livros) mas estou curiosíssimo!
    Aguardamos a visita da Vera no 13!
    Abraço, Alexandre Borio

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90