Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3272-1300 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Da redação

    BR 392 tem o primeiro SAU Ecoeficiente da região

    A luz do sol e os ventos agora trazem mais sustentabilidade ao SAU do Capão Seco.

    Publicado 10/10

    A energia que mantém o posto de atendimento do SAU Capão Seco, no km 52 da BR 392, agora é gerada pela luz solar e pelos ventos. Por meio do projeto Sau Ecoeficiente, do Setor de Sustentabilidade da Ecosul, foram instalados equipamentos que convertem energia eólica e solar em elétrica, diminuindo o impacto ambiental através do uso de elementos renováveis e ainda aproveitando recursos naturais como forma de consumo consciente e limpo.

    O sistema inclui um aerogerador e dezesseis painéis solares fotovoltaicos e será conectado ao painel principal de distribuição do posto de atendimento aos usuários do Polo Rodoviário de Pelotas. Os painéis fotovoltaicos foram instalados em uma estrutura metálica galvanizada fixada diretamente ao solo. Este tipo de equipamento absorve a radiação do sol e, através das células fotovoltaicas que o constituem, converte o calor em eletricidade a partir de processos químicos que se desenvolvem internamente.

    Os paineis solares têm durabilidade de 25 a 35 anos. Entre as vantagens estão o fato de o produto não ser poluente, não perturbar o ambiente e ser silencioso. Esta tem sido a escolha de muitas empresas e até mesmo das pessoas em suas próprias casas como uma forma de produzir energia limpa em harmonia com o meio ambiente e as necessidades humanas. De acordo com o analista de Sustentabilidade da empresa, Alexandre Izquierdo, a iniciativa de optar por este tipo de fornecimento de energia alternativa revela a preocupação da Ecosul com o a natureza. “Um dos nossos objetivos é diminuir os impactos causados pelo consumo de energia gerada através de fontes não renováveis”, explica Alexandre.

    Pelos ventos virá a energia através de um equipamento chamado Aerogerador Skystream 3.7, um sistema integrado que produz potência compatível com voltagens de 110 e 240 volts,  fornecendo de 40 a 90% de energia necessária em uma casa ou pequeno negócio. É uma espécie de catavento, em grandes proporções. Este modelo vem pronto para conexão à rede e trabalha em paralelo com a concessionária local de energia.

    Para entender melhor, o sistema funciona da seguinte maneira: as pás da turbina são projetadas para capturar a energia cinética contida no vento. Quando as pás da turbina capturam a esta energia e começam a se mover, elas giram um eixo que une o cubo do rotor a um gerador. Este gerador transforma a energia rotacional em eletricidade. “A Ecosul segue, então, uma tendência mundial”, avalia Alexandre.  A expansão da energia eólica em escala universal avança a passos largos. A cada ano, o número de aerogeradores cresce cerca 20% em todo o mundo. A Associação Mundial de Energia Eólica estima que até 2020 o volume energético gerado pelo vento irá quadruplicar, chegando a mais de mil gigawatts e superando a produção de energia nuclear.

    GRUPO - A Ecosul faz parte do Ecorodovias, um dos maiores grupos de infraestrutura e logística intermodal do Brasil. Conta com seis concessões rodoviárias nas regiões Sul e Sudeste, somando mais de 1.900 quilômetros de rodovias por onde passam 120 milhões de veículos por ano, representando 52,8% do fluxo de passageiros e turistas, e 48% de toda a carga nacional movimentada no país. Além disso, o Grupo Ecorodovias está presente no setor portuário, por meio do Ecoporto Santos, terceiro maior terminal do Porto de Santos e quinto maior do país, e no setor de logística, com a Elog, empresa com 15 unidades logísticas, entre plataformas multimodais, portos secos, CLIAs (Centro Logístico e Industrial Aduaneiro) e centros de distribuição. O Grupo Ecorodovias tem a estratégia de atuar, de forma sinérgica, nos principais corredores de importação, exportação e turismo e ajudar o Brasil a chegar ao futuro.

    Vantagens para o meio ambiente

    Energia eólica: não causa emissões ao ambiente ou à água e não produz nenhum tipo de lixo tóxico. Também não faz uso de fontes naturais e não danifica ao meio ambiente em sua extração.

    Energia solar: A interação entre o silício e a luz solar, que gera a energia fotovoltaica, não produz resíduos. Por isso, ela é considerada uma fonte de energia limpa ou ecológica. Além disso, a radiação solar é abundante e inesgotável, com grande potencial de utilização.

    Leia mais sobre: Da redação, Notícias Locais

    Fonte: Gabriela Mazza - Satolep Press

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90