Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3307-0313 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Opiniões

    Ano novo 2013 ?????

    O que nos aguarda no ano de 2013 e o futuro?

    Publicado 18/12

    Mais um ano se encerra. O século XXI transcorre célere.

    O que nos aguarda no ano de 2013 e o futuro?

    No panorama internacional, perplexidades... Difícil conjeturar a respeito.

    As redes sociais ocupam o panorama das notícias.

    O que desejam os egípcios, os líbios, os sírios, entre outros ?

    Tudo indica que desejam liberdade, restaram saturados por anos de submissão a regimes fortes, (des)igualitários. Ou por outro lado: as promessas messiânicas se esgotaram, as populações saem em busca de renovadas promessas de melhorias, de salvação, presas, quem sabe, de um ideário fantasista. 

    Não há racionalidade no querer das populações, por mais que se busque entender, nem no querer do indivíduo.  

    O Iluminismo do sec. XVIII prestou à humanidade grandes serviços: removeu para sempre os entraves ao pensamento à liberdade, cultivados durante à idade média. Apresentou um novo humanismo, colocando o homem, sua subjetividade, livre dos coletivismos, a ousadia de saber e pensar, no cerne das cogitações. Contudo, deu exagerado relevo à razão, patenteando o traço matematizante da filosofia idealista iluminista, fixista por excelência, segura na idéia de absoluta correspondência entra causa e efeito.

    A razão frente às forças inconscientes e pré conscientes que movem os indivíduos é diminuta, opera na consciência do eu, este pobre e impotente figurante no frenético jogo das impulsões e desejos incontidos. Entretanto a razão, embora atue frágil e timidamente, é o melhor que temos; o homem, espécie, entre as espécies, distingui-se pela capacidade de pensar, sonhar acordado, lembrar o passado, cogitar sobre o futuro.

    Não somos criaturas especiais, originadas do sopro divino, como querem os criacionistas, mas criaturas diferenciadas pelo atributo da razão: antropóides soerguidos que pensam, como querem os evolucionistas darwinianos; ou, cadáveres adiados que procriam, no pessimismo antropológico de Fernando Pessoa.

    Tenho repetido a lição da neuro física: somos como um tabuleiro ambulante de xadrez, atuados por 10 bilhões de neurônios, de incrível plasticidade neuronal, com 60 trilhões de sinapses entre eles. Não sabemos para onde vamos, um verdadeiro “ Andar do Bêbado”.

    Se desejarmos entender os reclamos das populações insurgentes do Egito, Síria, Líbia e tantas outras insurgências, nos quatro cantos do mundo atual, melhor abandonar os racionalismos, e voltar a atenção para as lições da filosofia materialista, apoiada nos fatos materiais e, sempre, aberta às descobertas científicas .

    A filosofia materialista prestigia a psicologia como fato humano. Sem esquecer, obviamente, o materialismo histórico, livre da lógica tradicional aristotélica, ancorando-se na lógica paradoxal ou dialética,que afirma, nega a afirmação, nega a negação, dando densidade ao pensamento, na busca, incansável do desvendamento (Aletheia) da verdade.

    Munidos desse material é possível cogitar sobre o ano que se aproxima e o que poderá ocorrer no mundo e em nosso país. É possivel pensar o futuro...

    Entretanto, bom lembrar do risco de estarmos atuando como prestidigitadores, saltimbancos das especulações e prognósticos.

    Leia mais sobre: Opiniões, Francisco de Paula Bermudez Guedes

    Fonte: Francisco de Paula Bermúdez Guedes

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Comentários (2)

    feito em 21/12/2012 19:19:14

    Guedes,
    mais que os bilhões de neurônios, serão os trilhões de nucleotídeos de nosso DNA, em suas febres mutacionais, que poderão fazer a diferença combinando-se diferentemente e totalmente indiferentes às combinações políticas e ideológicas. As nossas combinações genéticas serão diferentes em 2013, não sei se o suficiente para fazer a diferença já no próximo ano,mas com o tempo...
    Neiff

    feito em 19/12/2012 14:56:11

    Professor, será que os Maias, errando, acertaram e o inferno já é aqui, ou ali em 2013?
    Ou como diria o Chaves, o comediante é claro: "Foi sem querer, querendo!"
    Bela conjectura a sua!
    Feliz Natal e um 2013....huummmnnn, sei lá!
    Alexandre Borio

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90