Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3307-0313 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Artigos

    13 de Maio de 2015 (Dia de Nossa Senhora de Fátima) 34 anos do atentado contra João Paulo II

    Santuário de Fátima: o endereço sagrado de João Paulo II.

    Publicado 13/05

    Foi com surpresa que a Joalheria que fez a Coroa de Nossa Senhora de Fátima em 1942, soube que a bala que atingiu o Santo Padre tinha precisamente o mesmo diâmetro da anilha que une as hastes do diadema em que o projétil foi colocado quase meio século depois. ( A bala foi doada por João Paulo II ao Santuário de Fátima em 26 de março de 1984).
    __________________________________

    O diretor da Joalheria Leitão & Irmão, de Lisboa, não tem dúvida de que a Coroa de Nossa Senhora de Fátima é a jóia mais importante - em todos os tempos - feita em Portugal.
    ___________________________________

    O ouro e as pedras preciosas foram oferecidos pelas Mães portuguesas para agradecer o fato de Portugal não ter entrado na Segunda Guerra Mundial.
    A Coroa de ouro pesa 1.200 gramas e tem 2650 pedras preciosas, 313 pérolas, 950 brilhantes, 1.400 diamantes, uma esmeralda grande, 13 esmeraldas pequenas, 33 safiras, 17 rubis, 260 turquesas, uma ametista e 4 águas-marinhas.
    ____________________________________

    ( Das anotações de viagem: - No dia 26 de março de 2014, durante nossa visita ao Santuário de Fátima, fomos aconselhados a olhar, de perto, a Coroa de Nossa Senhora, quase ao lado do espaço envidraçado onde se encontram as vestes, cálices, o anel, uma Bíblia, muitos documentos de próprio punho, além de inúmeros objetos pessoais de João Paulo II. Há um rigoroso sistema de segurança no local, e freiras e padres conduzem os visitantes aos principais pontos desta ala do Santuário. Jane Rocha da Costa, minha irmã, Eva Greque Fuentes e José Ricardo Castro reservaram aquele domingo para a viagem até Fátima. Quando nos aproximamos da Sala da Coroa, um padre italiano fez um comovente relato sobre a relíquia, o seu significado para Portugal e o mundo, e a devoção do Pontífice polaco à Nossa Senhora de Fátima. Pois foi neste momento que, de braços erguidos, o religioso nos disse, com bastante emoção na palavra: - "Trinta anos hoje! Vocês estão diante da Coroa de Nossa Senhora de Fátima na data que assinala o trigésimo aniversário da doação da bala a este Santuário, feita pelo próprio papa, em 26 de março de 1984!".
    Fiquei profundamente tocado pelo episódio, além de perceber que o mesmo ocorria com os meus companheiros de viagem. Saí dali rumo à estação de trem repetindo várias vezes para mim mesmo: - Trinta anos hoje! Trinta anos da doação da bala! E eu aqui, testemunhando isso! E eu aqui simplesmente por acaso!
    Ainda custo a acreditar nesse momento especial, diferenciado, quem sabe um sinal, quem sabe um recado! E enquanto me afasto continuo mentalizando a Coroa de Nossa Senhora, olhando a bala, pesquisando as grandes datas, em busca de seus detalhes, e no seu significado!
    Despeço-me do Santuário de Fátima meditando sobre a Santidade conferida ao Pontífice agora definitivamente universalizado! Penso no terceiro milagre, nas brancas vestes ensanguentadas, e naquela proteção sagrada! Eu ainda o vejo todo de branco, no cumprimento exemplar de sua jornada. Eu também o vejo na doença, sem queixas de dores ou dissabores, mas plenamente ciente da duração de seu longo reinado. E então guardo comigo aqueles seus vinte e seis anos, cinco meses e dezessete dias de pontificado).
    _______________________________

    Pensando em Dante, aquele da Divina Comédia, sempre tão preocupado com a passagem do tempo, retorno, por alguns instantes, ao dia 16 de outubro de 1978 lá na praça de São Pedro! Eu estava lá, em nome da Universidade Católica de Pelotas, testemunhando e descrevendo o significado daquela fumaça branca, ouvindo aqueles sinos dobrando nas mais de trezentas igrejas romanas, em sinal de boa acolhida ao papa que vinha do Leste, ao Pontífice da Polônia, ao Santo Padre de Cracóvia, ao Vigário de Cristo de Wadowice; ao Bispo de Roma que levaria ao mundo inteiro - na condição de papa peregrino - os sinais luminosos de uma Igreja atenta às grandes transformações sociais, econômicas e geopolíticas que seriam vividas pela humanidade naquele longo e supreendente Século XX!

    Leia mais sobre: Artigos, Clayton Rocha

    Fonte: Clayton Rocha

    Compartilhe

    Delicious Digg Google Bookmarks Mixx MySpace Reddit Sphinn StumbleUpon Technorati RSS

    Deixe um comentário

    ATENÇÃO: O comentário não exige identificação e somente será publicado quando aprovado pelo editor do site.

    Siga esta matéria

    Informe seu nome e e-mail abaixo para o sistema enviar um aviso quando houver atualizações nos comentários desta matéria.

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90