Container

Palácio do Comércio

Endereço: Rua Sete de Setembro, 274/7º andar - Centro - Pelotas - RS

Telefone: (53) 3272-1300 - - Twitter: @pelotas13horas

Programa: Pelotas 13 Horas, onde o debate é livre e a opinião independente

Plataforma Portais Eletrônicos

Identifique-se

Painel de Controle

Mala Direta

Clayton Rocha - Trajetória

    Caixote eletrônico

    Clique para enviar sua mensagem...

    • O mundo assiste assustado os rompantes de Donald Trump. Mais parece um menino mimado, que não aceita ser contrariado em relação as sua ideias mirabolantes. Mas acho que agora podemos respirar um pouco mais aliviados, pois, parafraseando o Moleiro de Sans Souci, existem Juízes em Washington.

      Julio Viana

      JULIO VIANA (Pelotas) em 05/02 às 21:53

    • Boa tarde!
      Que país estranho nós vivemos, jovem na sua liberdade e democracia mas viciado nas ações e atitudes respaldados nas oligarquias reacionária sentem-se ameaçadas pela diversidade e pluralidade de um novo Brasil que quer nascer!

      Pesquisando achei esta notícia onde alguns " tentam " partidarizar nossa justiça que é cega. Mas conta o dito popular o pior cego é aquele que não quer ver.

      http://www.istoedinheiro.com.br/noticias/economia/20160303/deputado-diz-que-delcidio-desmentiu-que-tenha-feito-delacao-premiada/348851

      Sandra Ferreira (Pelotas) em 03/03 às 15:48

    • A oposição reacionária, esta que quer destruir, assassinar a esquerda brasileira, encontrou-se com os escândalos do mensalão e do petrolão. Claro que eles têm razão na crítica. E os fatos estão sendo apurados e os responsáveis punidos. Ninguém engavetou investigação alguma! Mas esta repugnância à corrupção só aconteceu agora. Eles nunca se manifestaram quando, por exemplo, o Governo FHC comprou o Congresso para votarem a PEC da reeleição. Hoje, até reconhecem os malefícios da reeleição, mas, na época, ficaram mais calados do que "guri borrado". Quando do processo de privatização no Governo FHC, em especial da Vale do Rio Doce, que foi vendida por R$ 3,3 bilhões e valia R$ 90 bilhões, configurando, sem necessidade de provas, um negócio extremamente prejudicial aos brasileiros, o que é que eles diziam? Não importa, tem que privatizar! Até hoje eles dizem a mesma coisa. Agora, com os escândalos do trensalão de São Paulo, que atravessou diversos governos estaduais do PSDB, desde o Mário Covas (quem diria?), eles estão preocupados com um triplex do qual o ex-Presidente Lula sequer possui o título de propriedade e com a compra, pela Dona Marisa, de um barco de alumínio sem motor. E se o ex-Presidente e sua esposa fossem proprietários deste triplex, qual seria o problema? O FHC, com salário de professor universitário, pode ser proprietário de um apartamento, num dos pontos mais valorizados em Paris, e sócio, com os filhos, de uma fazenda cuja sede está no centro da cidade de Osasco, SP. Esta direita, que se espelha no grande empresariado nacional, daqui uns dias vai ter que se reunir nos presídios, de tanto empresário corrupto que está sendo preso pela Operação Lava Jato. Eles não falam nos políticos do PP, partido da elite pelotense, do PMDB, do PSDB, do PTB e de tantos outros partidos que estão envolvidos na Lava Jato. Esquecem que o Governo Dilma demitiu os corruptos há três anos, no mínimo! Eles votaram contra o financiamento das campanhas eleitorais pelas pessoas jurídicas, uma das maiores torneiras por onde jorrava a corrupção no Brasil. E, de lambuja, adoram o Eduardo Cunha! Quantas contradições!

      Antonio Ernani Pinto da Silva Filho (Pelotas) em 30/01 às 12:48

    • O QUE SE PASSA POR TRÁS DA NOTICIA

      É sabido que nosso cérebro atende aos estímulos que lhe são dados, positivo ou negativamente. Quando vimos nossa imprensa especialmente a grande mídia televisiva, selecionar diariamente notícias ruins, de baixo astral, entrevistando desempregados ou repetindo como se fosse uma oração diária e repetida para mostrar a baixa dos índices de desempenho da economia. As boas notícias , elas existem, apesar da crise em que vivemos, mas essa não são mostradas . Se o repórter for numa praia maravilhosa e fizer algumas tomadas de um lixo acumulado em algum lugar, ou um trecho ruim da estrada de acesso a essa praia, qual a impressão que fica àqueles que não conhecem toda a beleza dessa praia hipotética? Tudo o que é mostrado, irá repercutir de alguma forma no animo das pessoas e conseqüentemente em suas vidas e trabalho. Quem tem algo a realizar, como fazer melhorias ou investir no seu negocio, comprar um bem, tudo isso fica na espera (stan by), parando com isso uma roda que gera serviços, trabalhos e empregos. Não é fazer o papel da avestruz que enterra a cabeça para não ver a tempestade passar. É importante estar atento aos acontecimentos reais e projetar nossa vida nessa realidade, mas com esperança e sem esse pessimismo tão apregoado por essa mídia. Deve existir um interesse escuso por traz de tantos anúncios de más notícias. Os pregadores do mau agouro tenderão provar do próprio veneno. Como tantos eu já me decidi as notícias irei buscá-las na internet cruzando as informações para chegar mais próximo da verdade.

      Anor José Marcon (Pelotas/RS) em 28/01 às 22:14

    • Que decepção com a publicação da minha bronca no CAIXOTE, porque cortaram o principal? Não enviei para dar publicidade a Prefeitura, e sim constatar o GOLPE dado ao mudarem a regra que sempre foi O VALOR VENAL DO IMÓVEL, mas como a valorização foi muito menor que a inflação, muda-se a regra, e quem tem A VOZ PARA RECLAMAR NÃO O FAZ. Sou ouvinte e DESILUDIDO.

      Luis Felipe Moreira (Pelotas) em 18/01 às 09:58

    • Ano passado houve a atualização num golpe só do valor venal dos imóveis em Pelotas para pagamento do IPTU.
      Este ano, segundo a Prefeitura, os carnes do IPTU virão com o aumento da INFLAÇAO DE 2015. Acontece que segundo todos os indices nacionais os imóveis tiveram valorização de 2,17% em média, perdendo 8,5% para a inflação.E ai, vale é explorar o povo.´´E totalmente ilegal.

      Luis Felipe Moreira (Pelotas) em 13/01 às 16:28

    • Definitivamente, não fui feito para curtir shopping. Mas não há como deixar de reconhecer que transitar no Shopping Pelotas é mais confortável do que no calçadão do centro da cidade. Há mais segurança, o ambiente é climatizado, possui wc's higiênicos, há alguns locais para os idosos descansarem. Apesar disso, não gosto do ambiente do shopping. É muito apelo para as compras, que torna qualquer pessoa um consumista inveterado, algo que não se coaduna com as minhas ideologias. Sou daqueles que entendem que o consumismo é causa das maiores mazelas da sociedade moderna.
      Focando no Shopping Pelotas, vejo o absurdo daquela Loja Americanas, um verdadeiro supermercado de supérfluos. Como é desagradável transitar por aquelas gôndolas. A Livraria Vanguarda, da qual sou cliente há muitos anos, torna-se um martírio para clientes que, como eu, já possuem a visão cansada. Fui atendido delicadamente por uma vendedora, que me indagou sobre que assunto eu desejava consultar. Disse-lhe que queria ver os livros sobre Antropologia. Ela colocou-me em frente de uma estante de uns três a quatro metros de altura por um e meio de largura, onde estava escrito "Sociologia" e disse-me que ali estavam também os livros de Antropologia. Por sorte que ela não me disse para subir numa escada - que não visualizei -, pois iria dar meia volta. Ela saiu e fiquei tentando identificar, pela lombada, os títulos ou autores dos livros. Na altura dos olhos, encontrei um livro do Eduardo Viveiros de Castro - Matafísicas canibais -. que, depois de ler as informações de "orelha", decidi comprar. Não é possível modernizar a consulta, informatizando, onde o cliente possa consultar a lista dos livros por assunto, onde esteja reproduzida a síntese da orelha?
      Não me agrada comer na praça de alimentação. É um vozerio e um movimento desagradáveis.
      Ah! Para não dizerem que não falei de flores, gostei do Empório da Gelei, com um belo estoque de cervejas, vinhos e outras bebidas, além de outros objetos ligados ao mesmo tema.
      Por favor, Senhor Prefeito e dirigentes da CDL! Arrumem o calçadão da cidade para torná-lo, efetivamente, um agradável shopping a céu aberto.

      Antonio Ernani Pinto da Silva Filho (Pelotas) em 12/01 às 20:22

    • Eu apoiaria norma legal nos Municípios incluindo critérios técnicos para ocupação de cargos de confiança nas áreas de Educação e Saude em função da complexidade dessas áreas de conhecimento.

      Marcello S. de Souza (Porto Alegre) em 11/12 às 10:29

    • Alguém aqui do caixote está vendo a novela a "Regra do Jogo"?, trama onde um dos principais personagem é um Vereador, defensor da causa dos "Direitos Humanos", tem escritório onde ajuda pessoas, e é visto no Rio de Janeiro como um homem muito bom, mas a verdade é que ele é bem envolvido com o crime organizado. Alguém está vendo "A Regra do Jogo"?

      Marcello S. de Souza (Porto Alegre) em 29/09 às 12:42

    • "Não sirvam de modelo nossa "ZELOTE" e nosso "CALOTE"!"

      Marcello Souza de Souza (Porto Alegre) em 08/09 às 16:26

    • A B S U R D O!!!
      no prog. de ontem no jô (dia 31/08), apresentou-se um grupo de música nativista gaúcha, com 8 integrantes de nome "OS SERRANOS"... TODOS gaúchos!!!
      em determinada parte da entrevista o assunto foi a respeito da estátua do laçador, qdo o jô perguntou de qm era a obra e... N I N G U É M soube responder... um dos músicos ainda mencionou o nome do tradicionalista joão carlos paixão côrtes q serviu de modelo... e completou q o artista; "era italiano..."
      INACREDITÁVEL e inaceitável tamanha IGNORÂNCIA, para qm se auto-denomina propagador da cultura gaúcha... e nem saber o nome de qm fez o símbolo maior da capital gaúcha...
      http://goo.gl/8hk1QV

      joão carlos ferreira (rio de janeiro) em 01/09 às 23:07

    • Eu li, on- line, uma crítica de um Jornal de bairro de Pelotas, ao Governo Municipal, falando que o Governo faz a mesma política que é feita há muito tempo por Governantes, em função da promoção pela Prefeitura de Pelotas de algumas atividades no campo do lazer, no Bairro Guabiroba...
      O Jornal ao criticar tais ações da Prefeitura, que para o Jornal são práticas de Política que não é de avanço para a Sociedade e são práticas antigas, usa um chamamento conhecido em Pelotas: "Acorda Pelotas!"
      "Acorda Pelotas!" foi o lema do segundo Governo Irajá...!

      Marcello S. de Souza (Porto Alegre) em 02/07 às 10:04

    • Eu fiz um levantamento de empresas citadas na Operação Lava Jato, que fizeram doações ao candidato Aécio Neves e ao PSDB para a campanha presidencial de 2014. Os dados estão publicados no site do TSE, nas respectivas prestações de contas. Não posso saber se estão todas as empresas.
      Candidato Aécio Neves (fonte: http://cdn.tse.jus.br/…/DEMONSTRATIVO_RECEITAS_FINANCEIRAS_…).
      CNPJ: 20.572.776/0001-93
      Construtora Norberto Odebrecht S/A 1.000.000,00
      Odebrecht Óleo e Gás S/A 1.000.000,00
      Brasken S/A 1.000.000,00
      Brasken S/A 1.000.000,00
      PSDB – DIREÇÃO NACIONAL (fonte: ).
      CNPJ: 03.653.474/0001-20
      Construtora OAS S/A 1.000.000,00
      Construtora OAS S/A 400.000,00
      Construtora OAS S/A 100.000,00
      Construtora OAS S/A 2.000.000,00
      Construtora Andrade Guttierrez S/A 2.000.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 500.000,00
      Construtora Andrade Guttierrez S/A 4.200.000,00
      Construtora OAS S/A 250.000,00
      Construtora OAS S/A 300.000,00
      Construtora OAS S/A 1.000.000,00
      Construtora Andrade Guttierres S/A 2.000.000,00
      Construtora OAS S/A 400.000,00
      Construtora Norberto Odebrecht S/A 600.000,00
      /Construtora Norberto Odebrecht S/A 400.000,00
      Braskem S/A 300.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 4.000.000,00
      Odebrecht Óleo e Gás S/A 2.000.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 200.000,00
      Braskem S/A 2.000.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 9.000.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 1.100.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 500.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 500.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 50.000,00
      Construtora OAS S/A 1.000.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 300.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 1.000.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 500.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 800.000,00
      Galvão Engenharia S/A 500.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 200.000,00
      Queiroz Galvão Tower Des. Imob. Ltda. 60.000,00
      Queiroz Galvão Tower Des. Imob. Ltda. 70.000,00
      Construtora OAS S/A 100.000,00
      Construtora Norberto Odebrecht S/A 3.000.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 100.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 1.000.000,00
      JBS S/A 2.500.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 700.000,00
      Construtora Andrade Gutierrez S/A 500.000,00
      Construtora Queiroz Galvão S/A 400.000,00
      Construtora OAS S/A 2.000.000,00
      Queiroz Galvão Serv. Esp. Eng. 600.000,00
      JBS S/A 2.500.000,00
      JBS S/A 2.500.000,00
      JBS S/A 2.500.000,00
      Odebrecht Óleo e Gás S/A 1.000.000,00
      Construtora Norberto Odebrecht S/A 600.000,00
      Construtora Norberto Odebrecht S/A 2.000.000,00

      Antonio Ernani Pinto da Silva Filho (Pelotas (RS)) em 29/06 às 13:07

    • Boa tarde sou ouvinte do programa, e gostaria de falar o seguinte, a corrupção nesse meu querido Pais é centenária.
      Pois nunca nunca ouve interesse de resolver, pois quando forem funcionarios publicos (como esse ex.Presedente do B.B.) é só ver os seus salario e seu padrao de vida verificar seus IRR, e assim por diante.
      Será que quando essas pessoas forem parar na justiça os Juizes deveriam pedir seus IRR.(para que não se defendesse com o dinheiro roubado)
      Agradecido

      José Luiz Santos da Silva (Pelotas) em 12/06 às 13:44

    • Dos fatos que ocorreram no Paraná, penso que o apoio não deve ser às greves de Professores porque o Alckmin e o Richa são de partido opositor ao Governo Federal. O apoio de políticos influentes no âmbito Federal deveria ser para a Educação. Porém ao invés de Plano Educacional para o Brasil, o que se viu até agora, falando de Brasil, foram criações de esquemas complexos de corrupção para tomar dinheiro público.

      Marcello S. de Souza (Porto Alegre) em 29/04 às 23:34

    1
    2 3 4
    ...
    130 Próxima

    Envie sua mensagem!

    Topo 980x160

    banner4 160x90

    banner1 160x180

    banner2 160x180

    banner2 160x90

    banner1 160x90

    banner3 160x90